Saltar para conteúdo

Produtos melhorados pela nanotecnologia

A leveza e a resistência são algumas das propriedades que deram popularidade às nanoformas em muitos bens de consumo. Da próxima vez que comprar uma bicicleta nova, poderá acabar sentado sobre nanopartículas.

Os nanomateriais são usados num vasto número de bens de consumo. Os nanotubos de carbono e o grafeno são usados em raquetes de ténis para lhes dar mais resistência e aumentar a força quando a bola é batida. O dióxido de titânio é usado em protetores solares como filtro UV para proteção contra queimaduras solares, apenas para mencionar alguns exemplos.

Onde podemos encontrá-los?

Estas são algumas das categorias onde frequentemente podemos encontrar produtos melhorados pela nanotecnologia:

  • Eletrónica e painéis solares
  • Produtos cosméticos
  • Tintas e tintas de impressão
  • Equipamento desportivo
  • Têxteis
  • Produtos farmacêuticos

Quem aprecia esquiar no inverno conhece a importância de os esquis deslizarem bem na neve. Alguns esquis são revestidos com nanomateriais, precisamente para melhorar essa característica. Algumas bicicletas de estrada modernas são muito leves. Subir uma encosta com um quadro de aço pesado não é lá muito divertido, a não ser que se pretenda queimar calorias. Um quadro mais leve torna a bicicleta mais rápida.

Os quadros de algumas bicicletas melhorados por nanotubos de carbono pesam apenas 1055 gramas e, ainda assim, são 400 vezes mais resistentes do que tubos de aço. A escolha não é difícil para quem está na Volta a França e quer chegar ao topo dos Pirenéus em primeiro lugar. Ou mesmo se estiver atrasado para o trabalho.

A nanoprata é outro nanomaterial de uso corrente. Pode ser encontrada em máquinas de lavar roupa, equipamento hospitalar, vestuário desportivo, embalagens e suplementos alimentares. O que a nanoprata tem de bom é o facto de reduzir a quantidade de bactérias, o que faz a roupa ter menos odor depois de alcançado o topo da colina na bicicleta.

Novos protetores solares transparentes

Se já usou protetor solar, o mais provável é que também tenha ficado com nano dióxido de titânio nas mãos.

O dióxido de titânio é um dos nanomateriais mais usado em bens de consumo. Nos protetores solares, protege da radiação ultravioleta (UV) solar. Recorda-se dos antigos protetores solares, brancos e pegajosos, comuns há alguns anos? Hoje em dia, a nanotecnologia, que utiliza partículas à nanoescala, permitiu criar protetores solares transparentes com a mesma eficácia.

Converter radiação solar em eletricidade

Os protetores solares não constituem a única ligação entre o sol e a nanotecnologia. A nanotecnologia também é usada para melhorar o funcionamento de painéis solares. Os nanomateriais ajudam a manter os painéis limpos, melhorando ainda a quantidade de energia solar que os painéis conseguem absorver e converter em eletricidade.

Estes são apenas alguns exemplos, a lista de bens de consumo que contêm nanomateriais é quase infinita. Olhando para nossa casa ou para o escritório, podemos encontrar nanomateriais em produtos como a tinta de impressão e tintas para tatuagens, testes de gravidez, desodorizantes, pasta dentífrica, garrafas de plástico para bebidas, roupas que repelem água, raquetes de ténis, pneus para automóveis, tacos de golfe, monitores de computador e televisão, pastilha elástica, e como corantes em doces.

Saiba mais sobre nanomateriais e onde são utilizados.
Logótipo do Observatório da União Europeia para os nanomateriais

Route: .live1