Saltar para conteúdo

Os campos de futebol com relva artificial são seguros?

Desde há muitos anos, os campos artificiais resistentes a condições meteorológicas adversas têm sido utilizados para uma diversidade de desportos, nomeadamente futebol, râguebi, lacrosse e desportos gaélicos. Estas superfícies de jogo com relva artificial contêm frequentemente granulados de borracha que as tornam impermeáveis e aumentam o amortecimento de impactos e a tração. Mas serão os granulados de borracha seguros?

A maioria dos granulados são fabricados a partir de resíduos de pneus de borracha que são fragmentados em «pellets». Sabemos que os pneus contêm alguns produtos químicos perigosos. Será que a utilização dos granulados torna os campos perigosos para a prática de desportos?  

Um nível de preocupação muito baixo

A ECHA analisou esta questão pela primeira vez em 2017. As conclusões revelaram que as preocupações em matéria de saúde decorrentes da prática de desportos em superfícies com relva artificial são muito baixas, uma vez que as concentrações dos produtos químicos em causa (incluindo hidrocarbonetos aromáticos policíclicos, metais e plastificantes) medidas nos granulados foram geralmente muito baixas. No entanto, a ECHA declarou que, no caso dos campos cobertos, a utilização deve ser limitada para garantir que os granulados de borracha contenham unicamente níveis baixos das substâncias mais perigosas.

Mantenha-se protegido quando joga

Embora o relatório inicial da ECHA conclua que o risco é muito baixo, há sempre algo a fazer para o reduzir ainda mais: 

  • lave as mãos depois de jogar e antes de comer;
  • desinfete quaisquer cortes ou arranhões;
  • tire o calçado e a roupa de desporto antes de ir para casa; e 
  • claro, não ingira os granulados!

 

Desde a publicação do relatório da ECHA, em 2017, foi realizada investigação de seguimento para analisar a eventual necessidade de restringir ainda mais os níveis de alguns produtos químicos, especialmente no que diz respeito aos hidrocarbonetos aromáticos policíclicos.

Em julho de 2018, o Instituto Nacional de Saúde Pública e do Ambiente dos Países Baixos (RIVM) propôs baixar os limites de concentração de 8 hidrocarbonetos aromáticos policíclicos presentes em granulados de borracha e coberturas utilizados em campos de desporto, noutras instalações desportivas e parques infantis.

As comissões da ECHA estão atualmente a avaliar a proposta e darão o seu parecer à Comissão Europeia até ao final de 2019.


Route: .live1