Saltar para conteúdo

Produtos químicos na agricultura

A agricultura convencional utiliza pesticidas para proteger as plantas e fertilizantes com o objetivo de melhorar o seu crescimento e fertilidade. Na agricultura biológica, a sua utilização é fortemente restringida. Em ambos os tipos de agricultura, a UE está a trabalhar com vista a produtos mais seguros para os consumidores.

Os pesticidas (também conhecidos como produtos químicos agrícolas) são substâncias utilizadas para proteger as plantas contra pestes. Incluem os herbicidas para exterminar ervas daninhas, fungicidas para erradicar doenças e inseticidas para exterminar insetos. Infelizmente, esses produtos não só erradicam o que é indesejado como também podem ser nocivos para a nossa saúde e para o ambiente.

Os pesticidas ou produtos fitofarmacêuticos contêm, pelo menos, uma substância ativa e são utilizados para:

  • proteger plantas contra pestes e doenças;
  • influenciar o crescimento das plantas;
  • preservar os produtos vegetais;
  • exterminar ou impedir o crescimento de plantas indesejadas;

O que está a UE a fazer?

A UE está a controlar a utilização de pesticidas, a fim de minimizar os riscos para a nossa saúde e para o ambiente.

Todos os pesticidas contêm substâncias ativas que atuam contra «pestes» ou plantas indesejadas. Todas as substâncias ativas utilizadas na UE em produtos fitofarmacêuticos devem ser aprovadas pela Comissão Europeia para garantir que são seguras, antes de serem colocadas no mercado contidas num produto. As substâncias têm de ser seguras para a saúde dos seres humanos e dos animais e para o ambiente.

A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (AESA) realiza avaliações dos riscos dos pesticidas e presta apoio científico à Comissão Europeia e aos Estados‑Membros no processo de decisão. As aprovações são concedidas com base nessas avaliações intensivas. A AESA é a agência da UE responsável e oferece informações pormenorizadas no seu sítio Web, cuja hiperligação pode encontrar abaixo.

A ECHA administra a legislação relativa à classificação e rotulagem dos produtos químicos. Os produtos químicos são avaliados e rotulados de acordo com as propriedades de perigo que possam ter.

Na agricultura moderna, são utilizadas muitas substâncias diferentes. Pode ter ouvido falar do glifosato, que é um dos herbicidas mais utilizados para exterminar ervas daninhas. Leia abaixo sobre as últimas novidades relativas à avaliação desta substância.

E quanto à agricultura biológica?

Uma forma de limitar a emissão de pesticidas para o ambiente e a exposição de seres humanos é produzir produtos biológicos. Na agricultura biológica, a utilização de pesticidas químicos, bem como de fertilizantes sintéticos, antibióticos e outras substâncias, é fortemente restringida. As explorações biológicas têm de obedecer a regras rigorosas se pretenderem atribuir a denominação de produtos biológicos aos seus produtos.

Alguns dos princípios importantes para a transformação de produtos biológicos são:

  • limites muito rigorosos na utilização de produtos químicos agrícolas, pesticidas, fertilizantes, antibióticos e aditivos alimentares;
  • não utilização de organismos geneticamente modificados (OGM);
  • utilização de recursos locais;
  • escolha de espécies de plantas e animais que sejam resistentes a doenças e adaptados às condições locais.

Se estiver interessado em saber o que a UE está a fazer no domínio da agricultura biológica, pode seguir a ligação abaixo para obter mais informações.

Saiba mais


Route: .live2